Epic Games voltou a desafiar a Apple e a Google

Este novo caso que envolve a Epic Games e o Fortnite teve início quando a criadora do jogo resolveu mais uma vez tentar contornar os pagamentos que devem ser feitos pelas lojas de apps do iOS e do Android. Ou seja, a empresa oferecia um desconto de 20% a quem comprasse diretamente os extras.

Assim, através desta forma indireta de pagamento a Epic Games conseguia contornar as taxas de 30% que a Apple e a Google cobram por cada compra. Naturalmente que esta prática vai contra as regras estabelecidas de compras, e que a Epic tenta há vários anos fazer desaparecer.


Fortnite Epic Games Apple App Store Android

Fortnite retirado da App Store e da Play Store

Para reagir a esta tentativa de contornar as suas regras, a Apple e a Google resolveram tomar medidas e simplesmente removeram o Fortnite da App Store e da Play Store. Assim, é agora impossível instalar ou atualizar este jogo, privando então os utilizadores da sua utilização.

Se no caso do Android pode ser contornado, como acontecia até há pouco tempo, no caso do iOS isso não acontece. Apenas através da loja de apps da Apple é possível ter acesso a este jogo, bem como a todas as novidades que foram sendo lançadas.

Ao contrário do Android, acabaram as atualizações no iOS

A Epic Games já reagiu e pede aos seus utilizadores que manifestem o seu desagrado sobre a situação, tentando levar a Apple e a Google a reverter a decisão. Provavelmente estas queixas vão ter pouco impacto e o Fortnite só deverá voltar à App Store e à Play Store depois de removida a alteração que originou a eliminação.

Esta é apenas mais uma medida aplicada no meio da guerra que a Epic Games trava contra a Apple e a Google. Já tem em tribunal uma ação que tenta impedir que estas gigantes cobrem as suas taxas, mas até agora com pouco sucesso.


Deixe seu Comentário