A música sem a qual a artista islandesa não pode passar. De Kate Bush a James Blake

Björk deu uma entrevista ao jornal The Guardian, onde apontou aqueles que são os 11 grandes discos da sua vida.

Desta lista eclética, como a própria carreira da artista islandesa, fazem parte nomes como Kate Bush ou Joni Mitchell, mulheres que também deixaram uma marca indelével na música.

A música clássica também não é esquecida por Björk, que enumera a Sinfonia No. 10 de Mahler como uma das suas obras preferidas, nem a contemporânea, com o primeiro álbum de James Blake a figurar entre as escolhas.

Confira a lista:

Thai Pop – Siamese Soul, Volume 2
Steve Reich – Tehillim; Steve Reich and Musicians
Mahler – Sinfonia No. 10 [por Deryck Cooke; Simon Rattle [maestro] & Orquestra Filarmónica de Berlim]
Alban Berg – Lulu [Teresa Stratas, Franz Mazura, Kenneth Riegel, Yvonne Minton, Pierre Boulez [maestro] com a Orchestre de l'Opéra National de Paris
Alim Qasimov – Azerbaijan: The Art of the Mugham
Joni Mitchell – Don Juan’s Reckless Daughter
Kate Bush – The Dreaming
Nico – Desertshore
Public Enemy – It Takes a Nation of Millions to Hold Us Back
Aphex Twin – Drukqs
Panasonic – Panasonic EP
Black Dog Productions – Bytes
James Blake – James Blake




Deixe seu Comentário