“Eu levei-lhe uma cassete pouco antes de ele partir. Ele estava muito fraco mas fartou-se de rir”, recorda Brian May, falando com Mike Myers, o protagonista do filme que em Portugal recebeu o título de “Quanto Mais Idiota, Melhor”. O filme de 1992 teve numa interpretação de ‘Bohemian Rhapsody’ dentro de um carro um momento memorável que, sabe-se agora, fez as delícias de Freddie Mercury antes de o músico partir

O ator não sabia deste facto, e não escondeu sua surpresa. "Nem tenho palavras. Não consigo lidar. Mas isso é fantástico", replicou.

Segundo o guitarrista, essa cena foi aprovadíssima por Freddie Mercury, que a conseguiu ver antes de morrer, a 24 de novembro de 1991. "Ele adorou-a. Levei-lhe uma cassete [com o filme] pouco antes de ele partir. Ele estava muito fraco mas fartou-se de rir", contou.

Convidado a também participar, o guitarrista Brian May recordou uma das cenas mais icónicas do filme, em que as personagens ouvem o clássico 'Bohemian Rhapsody' durante uma viagem de carro.

Mike Myers participou recentemente numa reunião virtual com os protagonistas do filme "Wayne's World", conhecido em Portugal como "Quanto Mais Idiota, Melhor".

Recorde aqui a cena: